Lao Tsé e o Tao Te Ching

"Quando os teus desejos são poucos, a tua mente é naturalmente tranqüila". Sengai - Monge Zen


O Tao é a natureza


Lao Tsé, sem dúvidas, um dos mais elevados seres que viveu na terra. Ele deixou uma obra imortal o Tao Te Ching que atravessou milênios chegando até o nossos dias com o mesmo valor que teve há 2.600 anos passados. O livro não é grande, são apenas 81 pequenos aforismos, mas que representam um grande manancial da sabedoria comum aos Grandes Mestres da humanidade. Os ensinamentos de Lao Tsé expressos no Tao Te King representam para o povo chinês aquilo que os ensinamentos de Jesus representa para o mundo ocidental.


Tao Te King, também escrito Tao Te Ching ( pronuncia-se: Dao Dê Jing ) significa: Ching (livro, escrito, manuscrito), Tao (Infinito, a Essência, a Consciência Invisível, o Insondável, o como, de como as coisas acontecem). Literalmente, portanto, significa "O livro de como as coisas funcionam " e na realidade é este o seu sentido, mostrar como as coisas no universos funcionam segundo o Tao. Também significa "O Livro que Revela Deus" e "O livro que leva à Divindade".


Composto por 81 aforismos aplicáveis às mais diversas situações os ensinamentos nele contidos sempre foram atuais em todas as épocas e situaçoes.


Os aforismos são de uma simplicidade desconsertante e o que é bem especial, eles são adaptáveis a todas as atividades, a todos os lugares, e a todas as épocas. Por esta razão é que existem centenas de interpretações, cada uma delas especialmente direcionada para um determinado campo de atividade. Por esta razão, de inicio o Tao Te Ching era uma obra destinada aos sábios, aos líderes políticos e aos governantes da China, mas, com o transcorrer dos séculos, tornou-se uma obra destinada a qualquer pessoa.


Conta-se que Lao Tsé aos 80 anos de idade, viajou e depois de haver cruzado a fronteira ocidental da China desapareceu, sem deixar vestígios . Ao passar pela fronteira da China um guarda pediu-lhe um resumo da sua filosofia, ao que Lao Tsé atendeu entregando-lhe um pequeno manuscrito contendo 81 aforismos que representam a quintessência do atual Tao Te Ching.


Os 81 aforismos são apresentados de forma que podem ser classificados em três grupos:


1 - A lei natural. Mostra como as coisas acontecem;

2 - O modo de vida. Mostra como se viver em harmonia com as leis naturais;

3 - O modo de liderar. Mostra como governar e educar de acordo com a lei natural.


O Trabalho dos seguidores de Lao Tsé consiste em constantemente estudar os aforismos e adaptá-los às mais diversas situações, adaptá-los ao modo próprio de vida, à conduta, ao trabalho, às profissões e assim por diante.


Vamos mostrar a seguir como são as adaptações. Consideremos inicialmente duas excelentes interpretações. Uma feita pelo educador João Carvalho em que ele aplica à relação Mestare e discípulos. Comparemos com interpretação do místico Huberto Rhoden e vejamos como eles adaptaram alguns aforismos às suas distintas áreas de atuação.


VERSO 05 - Tao Te Ching.


"O UNIVERSO É SEMELHANTE A UM FOLE DE FORJAR.
VAZIO ESTÁ SEMPRE CHEIO." Lao Tsé


Interpretação (João Carvalho)


Para o Universo e para a natureza

nada e nem ninguém é superior ao outro,

nada nem ninguém é inferior ao outro.

Assim, o professor não vale mais e

nem é superior aos seus discípulos.

Nenhum discípulo é superior a qualquer outro.

Do mesmo modo é assim que a Lei Natural funciona

em relação a todas as coisas que existem.

Ninguém é beneficiado ou prejudicado por ser quem é.

Todos os discípulos tem a mesma dignidade

independentemente do seu grau de inteligência, raça ou filiação.

Todos deverão ter as mesmas oportunidades

de manifestação das suas capacidades e acompanhamento do Professor.

Ninguém deve ser realçado e muito menos o Professor

deve desperdiçar o seu tempo a procurar ser especial!

Um pouco de humildade faz parte da ordem das coisas 


VERSO 5 ( Huberto Rhoden )


O Universo não tem preferências,

Todas as coisas lhe são iguais.

Assim, o sábio não conhece preferências,

Como os homens as conhecem

O Universo é como o fole de uma forja,

Que embora vazio, fornece força,

E tanto mais alimenta a chama quanto mais o acionamos.

Quando mais falamos no Universo, menos o compreendemos.

O melhor é auscutá-lo em silêncio.


Vimos dois versos comentados por duas pessoas distintas, Carvalho aplica diretamente ao trabalho do professor e Rhoden ao mundo.


VERSO 69 - Tao Te Ching


"UMA ESTRATÉGIA DA ANTIGÜIDADE AFIRMOU:
NÃO OUSO TOMAR A INICIATIVA; PREFIRO ESPERAR...
NÃO OUSO AVANÇAR; PREFIRO RECUAR UM PASSO". Lao Tsé


Interpretação do educador João Carvalho em referências ao Professor e Discípulos.


Para conseguirmos atingir mais facilmente os

nossos objetivos, devemos por vezes, dar um pouco

o nosso "braço a torcer" do que insistir violentamente...

Lembra-te que ao recuares estrategicamente não significa

que esteja a retroceder

Evita sempre o confronto de palavras com o

discípulo que apenas te deseja provocar e perturbar.

Quando não o conseguires e te aperceberes que estás envolvido

experimenta ceder momentaneamente...

toma consciência do que se está a passar.

É essa a arma mais eficaz!

Nunca subestimes os teus discípulos e respeita-os

a todos de um modo igual.

Quem te desafia está em desvantagem

porque se encontra em desequilíbrio, o que o leva

a entrar rapidamente em contradição.

Quando a resistência for mínima, deves

então avançar com compaixão...

se o convenceres guarda um profundo respeito.


VERSO 69 (Huberto Rhoden)


Quem quer ganhar seu inimigo, em terra hostil.

Não se arvore em dono de casa,

Mas porte-se como hóspede em casa alheia;

Prefira sempre recuar um metro avançar um centímetro.

Assim ele progride sem marchar.

Assim pode reprimir sem ameaçar.

Assim pode avançar sem lutar

Assim pode tomar posse, Sem usar armas,

Não há mal maior do que desprezar o inimigo;

Quem menospreza o inimigo perde os seus tesouros

Se dois exércitos forem iguais,

Quem vence é o mais sensato.


Esses mesmos versos poderiam ser aplicados ao astrônomo, ao comerciante, ao político, ao engenheiro, ao médico, ao pesquisador, ao ministério religioso e assim por diante. Na realidade o verso é apenas um modelo de verdade adaptável a todas as atividades do ser humano.


Um verdadeiro discípulo de Lao Tsé vive constantemente estudando adaptando e especialmente pondo em prática os versos na vida diária, seja qual for a sua atividade. Sobre esses versos, vistos e comentados por milhares de pessoas constitui-se um imenso tratado de filosofia, inerente as mais diversas especialidades e atividades humana, como também aos mais diversos lugares e épocas.


Os geniais versos que constituem o Tao Te Ching possibilitam cada pessoa chegar à perfeição. Devidamente estudados e praticados são pérolas sagradas. A pessoa que aplicar a cada atividade de seu viver por certo atinge a perfeição.




Compartilhe este artigo

Comentários (2)

  • Maceira Denunciar

    excelente ensinamentos .

  • Fabiola Ct, campinas Denunciar

    fantásticos ensinamentos. pena que pouco praticados

Faça um comentário

Caso tenha um Perfil ativo no site, entre no Perfil antes para facilitar o preenchimento deste formulário


Loja Tempo Avon