Aprenda a elevar sua Auto-Estima

A auto-estima, varia em função dos sentimentos e situações que se experimentam, estando ao alcance das pessoas a possibilidade de melhorar seu nível de auto-estima. Abaixo listamos algumas dicas úteis para você elevar sua auto-estima:


Aceitação de si mesmo
É o primeiro passo para tentar alcançar uma auto-estima mais elevada. Aceitar-se não significa que se deva gostar de tudo em si mesmo, sendo que consiste em reconhecer, admitir e experimentar, a existência dos sentimentos, tanto dos positivos como dos negativos.


Desta forma, se reconhece e aceita os sentimentos que te causam dor, medo, angústia, etc. Esta é uma situação favorável para modificar aquelas condutas e sentimentos não desejados, já que negá-los só ajudará a que permaneçam por mais tempo.



Auto-afirmação
Este é o segundo elemento que contribui a potencializar a auto-estima. Auto-afirmar-se consiste em valorizar e respeitar as próprias idéias, sentir que o que se faz é importante, porque é o que nós mesmos decidimos fazer, de forma voluntária e livre.


É viver segundo as expectativas de cada um, e não em função das opiniões e desejos dos outros, sem ser fiel a si mesmo, em resumo, ser autêntico. Ser autêntico, inclui a coerência das ações em função dos valores de cada pessoa. Quando se faz algo que vá contra os seus princípios, sua auto-estima diminui. Praticar a integridade em todas as áreas de sua vida (trabalho, família, amigos, etc.) ajudará a alcançar uma maior auto-estima.



Viver de acordo a metas ou objetivos
Esse é o terceiro elemento que eleva a auto-estima. É proporcionar-se objetivos que variam de acordo com as capacidades de cada um, é ter projetos e propósitos na vida, tanto na área profissional, pessoal ou familiar, pois isto alimenta a auto-estima. Porém estas metas terão de ser planejadas de forma consciente e objetiva, já que sem um bom plano de ação, os objetivos serão unicamente meras ilusões que somente poderão gerar frustração.



Responsabilidade de si mesmo
A aceitação de que cada um é responsável por sua vida, de suas ações e da obtenção de seus objetivos. Pensar e sentir que tem direito a felicidade e que o poder de alcançá-la é sua responsabilidade, será um passo adiante para poder por em prática uma vida consciente e ativa.

Compartilhe este artigo

Comentário (1)

  • Fabiana da Silva Ribeiro, Registro Denunciar

    Sim! Todos nos temos direito à felicidade! Que nunca esqueçamos disso, principalmente quando nos encontramos em momentos turbulentos.
    Que bom que esse artigo me lembrou dessa verdade!

Faça um comentário

Caso tenha um Perfil ativo no site, entre no Perfil antes para facilitar o preenchimento deste formulário


Loja Tempo Avon