Tudo sobre Capricórnio (22/Dez a 20/Jan)


Capricórnio
Elemento:Terra    Qualidade:Cardinal
Regente:Saturno    Símbolo:Cabra
Modo:Sensação    Lema:Eu domino
Atrações:Touro, Escorpião, Leão
Cores:Todas as nuances de Marrom, Laranja
Plantas:Cicuta, Papoula negra, Bardana
Partes do Corpo:Dentes, Sistema esquelético, Joelhos

PERSONALIDADES

Os nascidos sob a cúspide Sagitário-Capricórnio não apenas demonstram talento para apreender o estado futuro das coisas, mas também ajudam a moldá-lo. Uma razão pela qual o futuro, com tanta freqüência, "pertence" a determinados indivíduos nascidos nesta cúspide é que eles se preparam completamente para isso. Os "Sagicapricornianos" são também grandes iniciadores de projetos, capazes de fazer as coisas funcionarem de forma eficiente em um período de tempo excepcionalmente curto. Não são conhecidos, entretanto, por sua paciência com os que não apreciam ou endossam seus planos. Diante da falta de cooperação, estão preparados para seguir em frente sós - decididamente e com toda a gana.

Toda personalidade de cúspide encerra elementos conflitantes, sendo influenciada por dois signos adjacentes muito diferentes. Essa característica é particularmente verdadeira para os nascidos sob a Cúspide Sagitário-Capricórnio de fato, o lado ardente, impulsivo do sagitariano pode colidir com as características mais lentas, práticas e calculistas do capricorniano. Além disso, podem surgir conflitos entre as influências expansivas de Júpiter (regente de Sagitário) e as tendências restritivas de Saturno (regente de Capricórnio). Tipos intuição-sensação, os nascidos sob esta cúspide podem carecer da leveza conferida pelo elemento ar e da sensibilidade da água.

Os "Sagicapricornianos" são muitas vezes indivíduos profundos, solenes, que reconhecem o poder do silêncio. Muitos nascidos sob esta cúspide também têm a capacidade de utilizar este poder como uma extensão eficaz de sua personalidade. Devem tomar cuidado, no entanto, para não alienarem aqueles com quem convivem e trabalham ou cortar linhas de comunicação.

ATRAÇÕES : As pessoas nascidas sob a Cúspide Sagitário-Capricórnio sentem-se em geral mais atraídas por pessoas de outras cúspides, sobretudo as nascidas em Touro-Gêmeos (19 a 24 de maio) e Leão-Virgem (10 a 25 de agosto).

Conselho: Aprenda a moderar seu temperamento. Ao compreender-se melhor estará menos à mercê de seus humores. Esforce-se para melhorar seus relacionamentos sociais e continue auxiliando os outros. Cuidado com a tendência para fechar-se em si mesmo. Permita que seu lado carinhoso e amoroso exerça pleno controle e mantenha seu coração aberto.

Quando se trata de um Capricórnio I não há dúvida de quem é o chefe. Personalidades autoritárias, tendem a falar com muita segurança - mesmo quando estão errados. Seu forte não é tanto a liderança, mas o domínio, estabelecendo leis e afirmando seu poder.

Raramente os indivíduos corajosos nascidos neste período recuam de uma posição apreciada. Da mesma maneira, uma vez que tomam uma decisão na vida diária, sobretudo alguma em que entra a palavra "não", é realmente muito difícil fazê-los mudar de idéia. Entretanto, mesmo os nativos de Capricórnio I menos interessados em dominar por dominar, devem tomar cuidado para que a lealdade a uma idéia ou a um comportamento responsável não se transforme em inflexibilidade ou mesmo em uma rígida recusa a mudar por razão alguma.

Os nativos de Capricórnio I em geral orgulham-se de conhecer bem suas áreas de interesse. Como tendem a limitar-se a muito poucas áreas, a compreensão total que adquirem de qualquer campo lhes dá base sólida para suas opiniões. Conseqüentemente, demonstram forte antipatia por afirmações volúveis ou infundadas e, com freqüência, uma antipatia ainda maior pelas pessoas que fazem estas afirmações, sobretudo as que atuam no mesmo campo, que vêem como fraudes.

São admiráveis em sua prontidão para opor-se a injustiça de forma destemida. Não apenas lutam por seus direitos, mas também pelos dos oprimidos. Em sua juventude, tais atitudes podem marcá-las como rebeldes, mas à medida que ficam mais velhos, tendem a adotar uma postura mais conservadora. Parte disso deve-se ao saudável respeito que nutrem pela tradição; preferem melhorar uma determinada situação a destruí-la. Pragmáticos, os nativos de Capricórnio I em geral apóiam uma abordagem razoável que pareça funcionar e não rejeitam facilmente uma solução testada pelo tempo. No entanto, ao mesmo tempo, sua curiosidade intelectual os mantêm atualizados com os novos desenvolvimentos da sociedade, sejam políticos ou culturais, e tendem a estar em contato com
avanços em seu campo de atuação. Os nascidos neste período em geral não demonstram carinho especial pelo sentimentalismo, patriotismo cego ou círculos fechados, que consideram refúgio da fraqueza e da ignorância.

Conselho: Deixe os outros comandarem com mais freqüência. Você pode ser sábio, mas lembre-se de que sábios aprendem mais com os tolos do que os tolos com os sábios. Não há mérito especial em agarrar-se a um credo ultrapassado ou a uma idéia obsoleta.

Mais do que a maioria das pessoas, os nativos de Capricórnio II parecem conseguir o que querem a maior parte das vezes. De fato, os indivíduos determinados nascidos neste período sabem como tirar proveito de uma situação e como ampliar suas habilidades ao limite. Muitos dotados de talentos modestos podem fazê-los render muito mais do que os abençoados com dotes naturais. Compreendem plenamente a máxima que diz: "a genialidade é um por cento de inspiração e noventa e nove por cento de transpiração". Mesmo os idealistas exibem um forte lado prático que os leva a construir e manter sistemas que realmente funcionam. Os nascidos neste período, de fato, são muito pragmáticos e estão menos interessados nos motivos subjacentes a uma ação do que nos resultados.

Este último fato pode criar problemas na esfera ética para alguns nativos de Capricórnio II. Como podem ser práticos o bastante para medir o sucesso de um dado empreendimento através dos resultados, podem às vezes ser vulneráveis ao uso de métodos algo desleais ou inescrupulosos, sobretudo quando lidam com dinheiro ou poder. A parte de correrem o risco de serem rejeitados ou punidos quando descobertos, tal comportamento pode, em casos extremos, minar sensibilidades morais e criar problemas psicológicos ou anti-sociais.

Os mais idealistas podem colocar sua energia à serviço de uma organização ou causa elevada, mas em geral se sentem mais à vontade quando assumem um papel visível e desafiador do que uma atitude de devoção altruísta nos bastidores. Não obstante, sua ambição ainda pode ser maior em relação à organização do que a si próprio. Nesse sentido, são realmente comprometidos e generosos. Entretanto, não há garantia de que o que chamam de "moral" seja objetivamente moral e podem ficar tão estimulados com empreendimentos idealistas (como os apegados ao poder mencionados acima) que acabam utilizando métodos questionáveis, neste caso justificados por uma causa elevada ou "sagrada".

Os nativos de Capricórnio II são lutadores, como a cabra da montanha que procura os rochedos íngremes mais altos. No entanto, determinados como são, podem acabar fracassando se forem incapazes de manter firme controle da realidade que tanto prezam.

Conselho: Reconheça suas limitações - elas existem. Ceda, ocasionalmente, e até mesmo fracasse reconhecendo-o. Mostrar seu lado vulnerável não deve ser algo ameaçador. Procure manter seus ideais ligados ao chão e certifique-se de que sua "realidade" não seja uma ilusão.

Pessoas nascidas em Capricórnio III são tipos fortemente dominadores. Em casa ou no trabalho, tendem a mandar e dirigir, achando difícil desempenhar um papel secundário. Como irmãos ou filhos, em geral, apóiam e complementam os que estão em posições superiores na hierarquia familiar, mas podem acabar envolvendo-se em disputas de poder nas quais, com o tempo, devem sair ganhando. Da mesma maneira, os nascidos neste período são particularmente aptos em demarcar seu território e em cuidar para que ninguém o invada.

A firmeza dos nativos de Capricórnio III muitas vezes exerce enorme influência estabilizadora nos grupos aos quais pertencem. Muitos exibem forte desejo de liderar, enquanto outros ficam mais satisfeitos em permanecer em uma posição inexpugnável de poder. Esses indivíduos preferem a segurança de tal posição à incerteza, visibilidade e vulnerabilidade decorrente, dos que estão no topo. Não apenas no trabalho ou nos negócios, mas também nos relacionamentos pessoais e atividades sociais restringem severamente sua expressão, recusando-se a arriscar. Assim, seu temor à vulnerabilidade e à abertura pode fechá-los em uma postura fatalista e isolada.

Muitos comportam-se muito melhor do que o esperado, e se vêem lutando heroicamente contra grandes adversidades, sejam suas desvantagens uma formação deficiente, incapacidade física ou até mesmo falta de beleza, inteligência ou talento. No melhor dos casos, conseguem em sua corajosa ascensão não comprometer seus ideais elevados ou perder contato com suas raízes. O que muitos de fato conseguem é construir um nicho particular, grande ou pequeno. Neste "império" indiscutivelmente são o chefe. Entretanto, os nascidos neste período devem precaver-se para que sua insistência na supremacia não os deixe em uma situação em que são o único patrão e o único criado.

Conselho: Não tema correr riscos. Se tiver medo do fracasso pode não alcançar os verdadeiros desejos de seu coração. Sua insistência na segurança às vezes pode ser imprópria. Procure ser mais flexível com os sentimentos dos outros. Não parta do princípio que seus valores têm aplicação absoluta ou universal.

O imaginativo "Capriaquariano" certamente não leva uma vida monótona. Os mais extravagantes muitas vezes levam a diversão consigo e são capazes de provocar grande euforia onde quer que estejam. A fonte dessa energia pode ser encontrada em um mundo interior, onde o Mistério e a Imaginação disputam a supremacia. Mesmo a minoria dos nascidos sob esta cúspide que são calmos ou comedidos têm uma vida de fantasia e de sonhos extremamente vívida e ativa; é provável também que sua vida privada seja muito estimulante.

Toda personalidade de cúspide encerra elementos conflitantes, sendo influenciada por dois signos adjacentes muito diferentes. No caso da personalidade Capricórnio-Aquário, a estabilidade conferida pelo elemento terra de Capricórnio pode desvanecer-se em um instante diante da mentalidade rápida e errática de Aquário. Assim, podem surgir conflitos entre influências conservadoras e radicais, com poucas chances de reconciliação plena. Tipos sensação-pensamento, os nascidos sob a Cúspide Capricórnio-Aquário às vezes carecem de sentimentos de empatia e ficam à mercê de seus impulsos.

Os "Capriaquarianos" são particularmente propensos a experiências incomuns e ao cultivo de imagens visuais vívidas. Abençoados ou amaldiçoados com uma vida onírica ativa, muitos, quando dormem, habitam um mundo que faz a vida de vigília parecer comparativamente insossa. Os indivíduos mais desenvolvidos nascidos sob esta cúspide usam sua fértil fantasia como base para a criatividade, comercial ou artística, e podem traduzir sua imagens particulares em símbolos ou idéias que têm significado para amigos e associados ou para o mundo como um todo.

ATRAÇÕES : As pessoas nascidas sob a Cúspide Capricórnio-Aquário sentem-se em geral mais atraídas por pessoas de outras cúspides, sobretudo as de Câncer-Leão (19 a 25 de julho) e Escorpião-Sagitário (19 a 24 de novembro).

Conselho: Encontre uma saída para sua energia criativa. Comunique sua experiência. Procure não se sentir desestimulado por falta de compreensão, ignorância ou críticas negativas. Não se irrite, mas encontre quem o compreenda e aprecie.



Publicações mais recentes